O QUE VESTIR PARA TER MAIS PODER


Notice: Undefined variable: pg_title in /home/thefashi/public_html/wp-content/themes/fashion_school_2.1/single.php on line 3

Artigos sobre moda

O QUE VESTIR PARA TER MAIS PODER

O QUE VESTIR PARA TER MAIS PODER

Poder1

Há mulheres que precisam da roupa para parecem mais poderosas, há outras que se socorrem dela para parecerem mais afáveis e menos ditadoras/autoritárias. Ficaste confusa? Eu passo a explicar, recorrendo a exemplos do nosso dia-a-dia. Uma mulher como Angela Merkel encerra em si – não só pelo cargo que ocupa, pelas posições que toma bem como pela sua postura, uma imagem rígida e fria. Para combater esta imagem, a sua personal stylist veste-a com cores mais fortes, quentes e doces para que Merkel consiga estabelecer uma maior empatia com os que a rodeiam e os que recebem as suas mensagens políticas. É o tipo de mulher que deve evitar a cor preta pois é uma cor que cria uma barreira muito grande. A cor preta deve ser usada por mulheres que não conseguem, através da sua postura corporal, transmitir sinais de poder, de influência e de superioridade.

Neste sentido, desmistifico desde já a ideia de que as dicas generalistas e avulsas que lemos e ouvimos são extensíveis a todas as mulheres. Aliás, incomoda-me imenso chavões e sem ressalvarem a ideia de que um corpo é um corpo e que o mesmo se faz acompanhar de posturas que podem permitir o uso de uma peça, cor e corte. Há peças que podem ser usadas por uma mulher com um determinado tipo de corpo e ser completamente proibitivas a outra mulheres.

PS – Se consideras que a linguagem não verbal não tem impacto na persecução dos teus objetivos profissionais, convido-te a ler os próximos posts ou fazer uma pesquisa sobre o assunto.

Passo a analisar algumas figuras de largo poder político para que a minha mensagem seja mais explícita.

 

 

 

Poder2

Poder3

Angela tem uma expressão muito distante mas que tenta quebrar com casacos coloridos, como é possível aferir pela imagem. O corte é invariavelmente o mesmo. Um corte muito muito clássico e pesado. Apesar desta tentativa de desconstrução Angela adota posturas de poder. Reparem que na primeira imagem da esquerda (linha de cima) ela adopta o chamado torre cimeira .

 

 

 

 

Poder4

Poder5

É alta e esta caraterística confere-lhe um ar inacessível que a mesma procura desconstruir com largos sorrisos, roupas coloridas (ainda que com cortes clássicos) e lenços divertidos. 

 

 

 

 

 

Poder6

Poder7

A sua opção por cores vibrantes e até padrões coloridos e florais é evidente. Porque não tem medo de perder a credibilidade quando em todos os livros e sites se lê que não são aconselháveis para o contexto profissional? Em primeiro lugar, porque já conquistou toda a credibilidade possível; em segundo, porque a cultura do país é permissiva a outfits com cores e isso aproxima-a das eleitoras que também usam; em quarto, porque o biótipo e postura corporal assim o permitem  e por último, porque o corte das peças são clássicas o suficiente para resultar.

 

 

 

Poder8

Poder9

Quem acompanha a evolução da imagem profissional de Dilma percebe rapidamente três aspetos: 1º – fez plásticas para rejuvenescer, 2º emagreceu bastante e 3º -apesar do corte sempre clássico, introduziu cores fortes nas suas aparições. Esta pode ter sido uma reação à perda de respeito e credibilidade que a têm afetado desde os mais recentes escândalos de corrupção. a imagem está mais polida e próxima das pessoas. Este é o poder do corte e cor certa na imagem profissional.

 

 

 

Poder10

Poder11

Michelle sempre assumiu os seus looks arrojados sem qualquer tipo de medo de parecer fútil ou inútil. A sua simpatia e ações reais e feitos visíveis e palpáveis falam por si e ela não precisa de procurar em peças de roupa qualquer tipo de que já não tenha trabalhado para conquistar. A sua confiança, eficácia e eficiência falam por si. Há mulheres que a única coisa que precisam é de serem elas mesmas.

 

 

 

Poder12

Há peças que te vão ajudar a construir a imagem de poder que podes estar a precisar, ainda que estas tenham cor e padrões. Digamos que à tua postura e skills podemos acrescentar algo de igual valor: o corte. Um corte clássico, anula muitas vezes a cor ou o padrão. Basta teres uma linguagem corporal estudada e tudo resultará na perfeição. Seguem alguns exemplos, que se podem aplicar a umas mulheres e outras não. Um (bom) consultor será o profissional indicado para te orientar nesse sentido.

 

 

Poder13

Poder14

 

 

 

 

Poder15

Poder16

 

 

 

 

Poder17

Poder18

 

 

 

 

Poder19

Poder20

 

 

 

 

Poder21

Poder22

 

 

 

Poder23

Poder24

 

 

 

 

Poder25

Poder26

 

 

TERMINACAO_POST-2